Caminhos da Água

Aguas do rio percorrem caminhos por Abrantes nos dias 13,14,15 e 16 de julho Com o regresso da rede de itinerância cultural “Caminhos”, Abrantes vive o “sabor a Tejo e a memória, passado e historia”, com a cultura e as artes a exprimirem-se nas mais variadas formas, agora com os “Caminhos da Água”. Os Caminhos continuam a percorrer-se pelo Médio Tejo, numa edição em que a predominância é a agua dos rios que percorre os 13 municípios que se unem através de uma vasta animação cultural nos próximos dias 13, 14, 15 e 16 de julho. Espetáculos multidisciplinares, como o teatro “Carripana”, um espetáculo em que o mundo é a ilusão teatral e cabe na caixa traseira da carrinha que transporta a francesa Citroën e o italiano Berlingo, ou a Ilustração, banda desenhada, literatura, cinema de animação, formação, adereços, figurinos, design gráfico e ambientes plásticos todos os dias numa prateleira do comércio tradicional, com um percurso artístico intitulado “Catálogo poético de produtos “únicos”. Ou ainda um único artista urbano em palco, de pseudónimo Bonom, que dá novas formas à dança com o espetáculo “Human Brush”. Ao publico mais jovem é-lhes oferecido o espetáculo “Olo – um solo sem S”, num caminho percorrido por dois transformados num só que passa por cenários alternativos em solo de marionetas. Mais informações em www.caminhos.mediotejo.pt/index.php/local-abrantes

CAMINHOS_AGUA_Carripana

13.julho.17

11:00 | Praça Barão da Batalha

17:30 | Piscina Municipal

Carripana / LAMA

A passagem pela região surge no intervalo do Festival de Curtas de Teatro do Algarve que esta companhia de teatro desenvolve de dois em dois anos. Desenvolve, literalmente, porque se assume enquanto Laboratório de Artes e Media do Algarve (LAMA) desde a fundação em 2010. É da mistura de áreas artísticas que resultam os espetáculos multidisciplinares e o olhar pelo microscópio revela algumas experiências criadas em conjunto com os Artistas Unidos, o Teatro das Figuras ou a Culturgest.

Espetáculo “Carripana” - O que levamos connosco em cada caminho transforma-se no nosso mundo. Neste espetáculo, o mundo é a ilusão teatral e cabe na caixa traseira da carrinha que transporta a francesa Citroën e o italiano Berlingo na busca pelo que os une. É na dança que as personagens interpretadas por Manuela Pedroso e João de Brito se descobrem, entre as tropelias com que estes “saltindanços” partilham com quem se cruzam.

 
 CAMINHOS_AGUA_HumanBrush

13.julho.17

22:00 | Praça Raimundo Soares

“Human Brush” de Vincent Glowinski

Desenha pelo mundo inspirado pela fisiologia animal e a natureza e o público já conhecem a sua fisionomia através dos traços com que tem mudado o universo próprio das ruas. O artista urbano que partiu de Paris para Bruxelas afirmou-se sob o pseudónimo Bonom e vai reaparecendo em lugares improváveis, ultrapassando os limites da criação em que o movimento alimenta a imaginação megalómana.

Espetáculo “Human Brush” - A dança ganha novas formas através de um único artista em palco. Os traços transmitidos em direto no écran sobrepõem os traços igualmente registados no chão e revelam-se através de luzes ultravioleta e spot-lights. Um espetáculo em que a câmara expõe as criações únicas resultantes da fusão entre a arte do movimento e as artes plásticas.

 
 CAMINHOS_AGUA_Olo

15 e 16.julho.17

17:30 | Cineteatro São Pedro

Olo / Teatro de Ferro

M/12 anos

De rótulo passou a estrutura profissional de criação e no ano em que atinge a maioridade, o projeto iniciado por Igor Gandra e Carla Veloso confirma a escolha do nome. O Ferro enquanto matéria resistente e mutável continua a inspirar os espetáculos de teatro em que a relação das marionetas com o corpo-intérprete evolui inspirada pelo tempo e as criações de dramaturgos portugueses. Um caminho percorrido por dois transformados num só, que passa por cenários alternativos e envolve, sobretudo, o público mais jovem. 

Espetáculo “Olo – um solo sem S” - Um solo sobre um solo da marioneta que se descobre por quem a queria descobrir, o marionetista. Uma revelação do que surge da solidão no palco ou entre as paredes de uma sala de ensaios. Onde está o limite entre o que se cria e o que já existe? Qual o papel da memória na descoberta diária? S de quê? As respostas surgem nos fios da vida, felizmente puxados por uma marioneta, neste espetáculo criado e encenado por Igor Gandra a partir dos universos de Jorge Luís Borges, Andrei Tarkovsky, Ágota Krystóf e Heiner Muller, entre outros.

 
 CAMINHOS_AGUA_MarinaPalacio

13 a 16 de julho.17

11h00 | Drogaria Nova (Rua Alexandre Herculano)

MARINA PALÁCIO

A ligação ao teatro supera as duas décadas e o avançar dos anos encheu-lhe a bagagem. Ilustração, banda desenhada, literatura, cinema de animação, formação, adereços, figurinos, design gráfico e ambientes plásticos. Todos na mesma mala que não torna a viagem mais pesada, antes pelo contrário, e na qual ainda cabe o curso de ator-marionetista, espetáculos e prémios. O destino almejado, a criatividade, surge no cruzamento das expressões artísticas e da experimentação.

Percurso artístico “Catálogo poético de produtos “únicos”, e outras curiosidades, do comércio tradicional de Abrantes!” - Nas prateleiras do comércio tradicional encontra-se de tudo um pouco. Ali estão o detergente com tripla ação e as estórias que os clientes partilham com quem os recebe há décadas do outro lado do balcão. Uma caminhada feita de catálogo na mão que assume a função de “lista de compras” para que nada fique pelo caminho e se descubra uma riqueza intemporal que não desaparece do centro histórico quando surgem as placas “fechado”.


Datas
2017-07-13 00:00 - 2017-07-16 00:00
Local
Abrantes
Portugal
 

Todas as datas

  • De 2017-07-13 00:00 a 2017-07-16 00:00
 

Powered by iCagenda

Neste sítio são utilizados cookies de forma a melhorar o desenpenho e a experiência do utilizador. Ao navegar no nosso sítio estará a concordar com a sua utilização. Para saber mais sobre cookies, consulte a nossa politica de privacidade.