Seminário Caminhos do Rio

Abrantes: a cidade e o rio Tejo

09:00
Receção aos participantes

09:30
Cerimónia de Boas Vindas

10:00
Comunicação
O que Paris deve ao Sena
Hervé Théry (CNRS & Universidade de São Paulo)

10:30
Comunicação
Representações do Rio Madeira no final do século XVIII (Brasil)
Maria de Fátima Costa (Universidade Federal de Mato Grosso)

11:00
Intervalo

11:30
Comunicação
Jundiaí, a cidade e o rio: uma relação conflituosa marcada pela evolução histórica dos planos diretores do município
Lucy Merthi Martins Braga (GEOTRES- UNICAMP)

12:00
Comunicação
Do Rio vejo a Cidade: dois estudos de caso com um diálogo renovado à vontade do tempo
Conceição Trigueiros & Mário Saleiro Filho (Universidade de Lisboa, Faculdade de Arquitectura)

12:30
Debate

 
 13:00
Almoço

15:00
Comunicação
Tejo: um eixo estruturante ibérico
João Serrano (Confraria Ibérica do Tejo)

15:30
Comunicação
As cidades, a população e o Tejo na centúria de setecentos
João Cosme (Universidade de Lisboa)

16:00
Intervalo

16:15
Comunicação
Alexandre O'Neill e o Tejo
Joana Meirim (Universidade Católica Portuguesa)

16:45
Comunicação
O Tejo e a cidade de Toledo
Enrique Garcia Gomez (Diputación de Toledo)

17:00
Comunicação
Os desafios atuais do rio Tejo
António Carmona Rodrigues (Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa)

17:30
Debate


 




Data
2018-05-14 09:00
Local
Parque Tejo - Av. Marginal do Tejo
Abrantes, Portugal
 
 

Powered by iCagenda

Neste sítio são utilizados cookies de forma a melhorar o desenpenho e a experiência do utilizador. Ao navegar no nosso sítio estará a concordar com a sua utilização. Para saber mais sobre cookies, consulte a nossa politica de privacidade.