Candidaturas da empresa Tectania

A Câmara de Abrantes aprovou no dia 15 de maio de 2018, por unanimidade, as candidaturas da empresa Tectania – Tecnologia Automóvel para aquisição a preço simbólico (1,50€/ m²) de terreno no Parque Industrial de Abrantes Zona Sul (Ramalhais) e a concessão de apoios de natureza fiscal para instalação de uma empresa exportadora da indústria automóvel, motorizadas e motociclos. A aprovação aconteceu no âmbito do quadro de incentivos fiscais da CMA a projetos empresariais que contribuam para o desenvolvimento económico e para a criação de emprego no concelho, o AbrantesINVEST.
A empresa pretende instalar em Abrantes uma unidade de investigação, conceção, desenvolvimento, fabricação e comercialização de veículos automóveis, motorizadas e motociclos direcionados para o segmento de off-road/aventura, com propulsão convencional, elétrica, ou baseada em fontes renováveis de energia, apostando na fabricação e comercialização de automóvel representativo de uma marca portuguesa, num investimento privado na ordem dos 44 M€
A instalação da unidade será faseada, previsivelmente até 2023, altura que os promotores preveem um total de 251 postos de trabalho diretos.
De entre as várias alternativas noutros pontos do país, a decisão dos promotores recaiu em Abrantes pela localização estratégica; pela oferta de um conjunto de incentivos de natureza fiscal, tributária e financeira; a área de implantação disponível na Zona Industrial; pelo acompanhamento do processo (via verde investimento) por parte dos serviços do município e pelo leque alargado de fornecedores a nível nacional.
Num primeiro momento, através de contratos de licenciamento com as entidades TAC MOTORS SA e AJP MOTOS, irá fabricar uma nova versão do Modelo Stark 4x4 e todos os modelos desenvolvidos pela empresa portuguesa AJP MOTOS, sediada em Penafiel.
Os promotores do investimento, dois Engenheiros com uma vasta experiência na gestão de empresas do setor automóvel e de motociclos, no Brasil, criaram uma sociedade por quotas repartida, com sede em Abrantes. A empresa encontra-se instalada desde 2017 no Parque Tecnológico do Vale do Tejo.
A presidente da Câmara anunciou na reunião do Executivo que o processo de captação desta empresa para o concelho de Abrantes teve início em fevereiro de 2017, tendo adiantado que segundo os promotores


Abastecimento de água de CB ao Sul do Concelho

Os Serviços Municipalizados de Abrantes têm em curso dois processos de empreitada com vista ao abastecimento de água ao Sul do Concelho, a partir da Albufeira de Castelo do Bode.
O objetivo desta fase é garantir a ligação dos sistemas autónomos da zona Sul ao sistema da Albufeira de Castelo do Bode, via ETA da Cabeça Gorda, numa intervenção que irá beneficiar diretamente cerca de 9.600 pessoas.
Abastecimento de água ao Sul do Concelho, a partir da Albufeira de Castelo do Bode.
Já se iniciou a empreitada de instalação de conduta adutora entre Vale das Donas e o reservatório do Tramagal que levará a água ao Tramagal e ao Crucifixo. Decorrem trabalhos de finalização para instalação do estaleiro e acondicionamento de materiais. Seguir-se-á a instalação da conduta adutora no troço entre Vale das Donas e S. Miguel do Rio Torto e intervenções nos reservatórios de S. Miguel do Rio Torto e do Tramagal. O investimento desta empreitada é 709.950,00 €, acrescido de IVA.
Também está em andamento o processo que levará a uma outra empreitada, desta feita para instalação de conduta adutora entre Vale das Donas e Concavada, incluindo a execução do reservatório no alto da Burra, no Pego, no valor de 1.895.000,00 €, acrescido de IVA à taxa legal em vigor. O processo desta empreitada encontra-se em fase de assinatura do contrato. Esta intervenção vai assegurar o abastecimento ao Pego, Concavada e Alvega.
Ambas as empreitadas têm o prazo de execução de 210 dias.
O abastecimento de água a partir de Castelo de Bode ao Sul do Concelho é uma grande obra dos Serviços Municipalizados de Abrantes, apoiada pelo POSEUR - Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, que tem o objetivo primordial de melhor servir os cidadãos através do aumento da qualidade e fiabilidade do serviço prestado, contribuindo também de forma decisiva para o incremento dos níveis de racionalidade económica e eficiência operacional da exploração.


Agrupamentos de Escolas Amigos do ZIKI

A Câmara Municipal de Abrantes, os diretores dos Agrupamentos das escolas nº 1 e nº 2 de Abrantes e a ESCUTAR, associação sem fins lucrativos assinaram, no dia 10 de maio de 2018, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o contrato relativo à formalização do Programa Amigos do Ziki. Este programa está a ser implementado no presente ano letivo nas escolas do pré-escolar (5/6 anos) pelo educador na sua sala, o qual recebe formação e acompanhamento para o fazer. No Agrupamento de escolas nº 1, são abrangidas 81 alunos. No Agrupamento nº 2, o programa está a cegar a 109 crianças.
Através de histórias e atividades desenvolve com as crianças a capacidade de: identificar e comunicar sentimentos; comunicar e socializar; lidar com sentimentos e situações difíceis (incluindo a mudança, a perda, o divórcio, etc.); agir em situações de conflito (incluindo o bullying), escutar os outros e ajudá-los. O Amigos do ZIKI Inclui um suplemento para a Inclusão, preparado para o trabalho com crianças com necessidades educativas especiais.
O programa é recomendado pela Organização Mundial da Saúde, está alinhado com o Programa Nacional de Saúde Escolar e com as Orientações Curriculares para o Ensino Pré-Escolar e enquadra-se no definido no Eixo1 do PEM – Plano Educativo Municipal do Concelho de Abrantes.
A presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque, agradeceu aos Agrupamentos de Escolas por terem acolhido mais este desafio, no âmbito do trabalho em rede ao serviço da comunidade.


Neste sítio são utilizados cookies de forma a melhorar o desenpenho e a experiência do utilizador. Ao navegar no nosso sítio estará a concordar com a sua utilização. Para saber mais sobre cookies, consulte a nossa politica de privacidade.