Bolsas de Estudo – Ensino Superior

Até 31 de julho de 2020 os estudantes residentes no concelho de Abrantes que estejam a frequentar o ensino superior (início ou prosseguimento dos estudos) e cujas famílias se encontrem em situação de dificuldade económica, podem candidatar-se à bolsa de estudo respeitante ao ano letivo de 2020-2021. 

O regulamento e formulários de candidatura, podem ser consultados na página de internet da Fundação Rotária Portuguesa (http://www.rotaryportugal.pt/2017-2018/fundacao/index.html), aconselhando-se a sua leitura na área bolseiros. Os formulários estão também disponíveis no Serviço de Educação e Ação Social da Câmara Municipal de Abrantes, na Rua Manuel Constâncio.

 
O objetivo da atribuição destas bolsas é incentivar e proporcionar condições de igualdade de acesso à formação superior a jovens residentes no concelho que, devido a dificuldades económicas por parte das famílias, possam ter dificuldade em prosseguir os seus estudos.

Recordamos que a atribuição destas bolsas de estudo resulta de um protocolo de parceria entre a Câmara, o Rotary Club de Abrantes e a Fundação Rotária Portuguesa.

Os serviços municipais recebem as candidaturas, enquanto o Rotary Club de Abrantes as analisa de acordo com indicadores como o rendimento familiar “per capita” e o mérito escolar, distribuindo as bolsas segundo a lista obtida.

A Câmara Municipal assegura financeiramente 30 bolsas. Já o clube rotário local patrocina, através de empresas e particulares, mais 22.


Rede Municipal de Agentes da Rota EN2

O Município de Abrantes, enquanto associado da Associação de Municípios da Rota da Estrada Nacional 2, uma Rede Municipal de Agentes da N2. Podem ser agentes da N2 e integrar esta rede: as Juntas de Freguesia; os estabelecimentos de restauração, de alojamento ou de comércio tradicional; postos de combustível e lojas de conveniência ou de outras atividades económicas que se integrem na promoção turística desta rota.

As áreas prioritárias serão, numa primeira fase, as freguesias de Abrantes e Alferrarede; Carvalhal; S. Miguel do Torto e Rossio ao Sul do Tejo e Bemposta, por serem localidades servidas pela N2. Serão disponibilizados elementos identificativos da Rota EN2.

 
Se quer ser um agente da N2 entre em contacto com os nossos serviços até 24 de julho de 2020: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. , com indicação do nome estabelecimento, contacto telefónico e localidade.

Mais info.: http://cm-abrantes.pt/index.php/pt/2014-12-09-17-52-11/rota-en2

Campos de Padel no Aquapolis

Inicia esta semana a intervenção para implementação de dois campos descobertos para a prática de padel, uma variante do ténis que ganha cada vez mais adeptos e praticantes, que serão construídos na área do parque de desporto e lazer do Aquapolis, margem norte (Barreiras do Tejo).

Para o Presidente da Câmara, Manuel Jorge Valamatos, “É mais uma aposta no reforço dos nossos equipamentos. Mas é também um incentivo à prática de novas modalidades, proporcionando mais diversidade e oportunidades, neste caso mais na vertente social e lúdica, mas também de aprendizagem”.

O investimento é de 52.630,00€, acrescido de IVA, e a empreitada contempla a execução de dois recintos com piso e características que cumprem as exigências técnicas do padel, incluindo também um sistema de iluminação para permitir a prática desportiva no período noturno, no sentido de otimizar a infraestrutura. A intervenção deverá ficar concluída ainda durante o período de verão.

A opção pela oferta deste equipamento desportivo deve-se à inexistência de campos para a prática da modalidade, conjugada com o facto de existir no concelho de Abrantes um número significativo de praticantes. Junto da autarquia foi manifestado o interesse na prática desse desporto localmente, em alternativa às deslocações a concelhos vizinhos que já dispõem dessa infraestrutura.

 
Segundo a Federação Portuguesa de Padel, este desporto tem uma abrangência etária que vai dos 6 aos 80 anos. Esta é uma das características mais interessantes do desporto, que muitas vezes é jogado em família ou em grupos.

A opção pelo Aquapolis norte vem complementar e valorizar as infraestruturas já existentes nesta margem do Tejo: polidesportivo; parque infantil; parque de merendas; ciclovia e zona de patins e skate; campo para desportos de praia; pesqueiros; restaurante e ginásio.

Com as estruturas existentes na margem sul (ParqueTejo, parque infantil, estação de canoagem, pesqueiros, parque de manutenção física, ringue polidesportivo e hipódromo dos mourões que acolhe com regularidade atividades desportivas como o hipismo e outros eventos desportivos e culturais), separadas pelo plano de água do Rio Tejo, o Parque Urbano Ribeirinho continua a ser uma das grandes apostas da autarquia para proporcionar à população o acesso a várias modalidades desportivas, mas também a espaços públicos de recreio e de lazer.

O padel é um desporto de raquete, jogado a pares e utilizando raquetes e bolas próprias. É uma atividade desportiva que tem vindo a registar um assinalável crescimento do número de praticantes a nível nacional e internacional. Segundo a Federação Portuguesa da modalidade, existem em Portugal cerca de 80.000 praticantes, 7.000 jogadores e perto de 400 campos espalhados por todo o país.


Neste sítio são utilizados cookies de forma a melhorar o desenpenho e a experiência do utilizador. Ao navegar no nosso sítio estará a concordar com a sua utilização. Para saber mais sobre cookies, consulte a nossa politica de privacidade.