Alterações ao trânsito - Festas da Cidade

Por ocasião da realização das Festas 2018, serão introduzidos condicionamentos ao trânsito e ao estacionamento em Abrantes, com especial incidência no centro histórico, conforme abaixo descrito:

Das 00h00 do dia 7 de junho até às 16h00 do dia 13 de junho e das 3h00 do dia 18 de junho até às 24h00 do dia 19 de junho:
Condicionamentos pontuais do trânsito na Rua do Montepio Abrantino (entre a Rua Luís de Camões e o Largo General Avelar Machado), no Largo General Avelar Machado, na Rua 17 de Agosto de 1808 e no Jardim da República e proibição do estacionamento no Jardim da República


Das 16h00 do dia 13 de junho até às 03h00 do dia 18 de junho:
Interrupção do trânsito e proibição do estacionamento na Rua do Montepio Abrantino (entre a Rua Luís de Camões e o Largo General Avelar Machado), no Largo General Avelar Machado, na Rua 17 de Agosto de 1808 e no Jardim da República


Das 00h00 do dia 7 de junho até às 24.00 do dia 19 de junho, ou até terminarem as operações de desmontagem dos equipamentos e infraestruturas:
Interrupção do trânsito e proibição do estacionamento na Praça D. Francisco de Almeida

Entre as 00h00 do dia 11 de junho e as 24h00 do dia 19 de junho, ou até terminarem as operações de desmontagem dos equipamentos e infraestruturas:
Proibição do estacionamento nos lugares sujeitos a tarifa e regulados por parcómetros e nos lugares de duração limitada, reservados para a Polícia de Segurança Pública e para mobilidade condicionada situados no Largo General Avelar Machado

Entre as 00h00 do dia 11 de junho e as 24h00 do dia 19 de junho, ou até terminarem as operações de desmontagem dos equipamentos e infraestruturas:
Proibição do estacionamento nos lugares sujeitos a tarifa e regulados por parcómetros situados na Rua 17 de Agosto de 1808


Entre as 17h00 do dia 13 de junho e as 03h00 do dia 17 de junho:
Interrupção do trânsito e proibição do estacionamento no Largo Mota Ferraz (entre a Rua Tenente Valadim e a Rua Dr. José Joaquim de Oliveira), na Rua Tenente Valadim, na Praça Barão da Batalha, no Largo Dr. Ramiro Guedes, na Rua D. João IV (entre o Largo Dr. Ramiro Guedes a Rua Cidade das Caldas da Rainha) e na Rua Monteiro de Lima, permitindo-se, no entanto, o trânsito na Rua Tenente Valadim, na Praça Barão da Batalha, no Largo Dr. Ramiro Guedes e na Rua Monteiro de Lima, nos períodos compreendidos entre as 3h00 e as 12h00 do dia seguinte, quando o movimento existente o permita


Entre as 00h00 do dia 11 de junho e as 3h00 do dia 18 de junho, com exceção das viaturas afetas à Câmara Municipal

Proibição do estacionamento na Rua José Estevão


Dia 14 de junho, entre as 20h00 e as 22h00:

Interrupção do trânsito no Largo da Ferraria, na Rua dos Combatentes da Grande Guerra, na Rua Capitão Correia de Lacerda, na Rua Grande e no troço da Rua 5 de Outubro de 1910, entre a Calçada de São José e o Largo da Ferraria, sendo apenas permitida a passagem de viaturas de emergência e de viaturas afetas à organização das festas


De 13 a 19 de junho:
Permissão de circulação no sentido norte-sul na Rua D. João IV, entre a Rua Cidade das Caldas da Rainha e o Largo Dr. Ramiro Guedes, para viaturas da Câmara Municipal e/ou afetas às atividades
Permissão de circulação de viaturas, incluindo pesadas, afetas às festas, no centro histórico e utilização da Rua 17 de Agosto de 1808, da Rua do Montepio Abrantino e da Rua Actor Taborda em sentido contrário ao do trânsito, com acompanhamento da PSP, sempre que seja necessário;


De 13 e 17 de junho:
Proibição de venda ambulante num perímetro de 100 metros em redor do centro histórico da cidade de Abrantes, com exceção para os vendedores autorizados pela Câmara Municipal


Dia 16 de junho:
Das 12h00 às 20h00 - Interrupção do trânsito na Rua Nossa Senhora da Conceição no sentido sul-norte a partir do Largo Engº Bioucas e no sentido norte-sul entre a Rua Luís de Camões e a Esplanada 1º de Maio, na Rua Luís de Camões, na Rua de São Domingos, no sentido nascente-poente, na Rua da Ermida de Santo André, na Avenida Dr. Francisco Sá Carneiro, no sentido poente-nascente entre o Largo Engº Bioucas/Avenida Dr. Santana Maia e a Avenida Engº Adelino Amaro da Costa, na Rua da Barca entre a Avenida Dr. Francisco Sá Carneiro e a Avenida Rainha Dª Leonor e condicionamento do trânsito na Avenida Engº Adelino Amaro da Costa e no parque de estacionamento do Convento de São Domingos


Dia 17 de junho:
Entre as 14h00 e as 20h00 - Interrupção do trânsito e proibição do estacionamento na Calçada de São José, em toda a sua extensão
Entre as 15h00 e as 20h00 - Interrupção do trânsito e proibição do estacionamento no arruamento sem topónimo de aceso ao açude, a partir do entroncamento com a Rua General Humberto Delgado
Entre as 15h00 e as 20h00 - Interrupção do trânsito e proibição do estacionamento na Alameda Carlos Lopes e na Rua Rosa Mota entre o acesso ao parque de estacionamento e a Alameda Carlos Lopes


Obs:
No âmbito do projeto de transporte gratuito para o centro histórico, a implementar este ano, será instalada sinalética identificativa dos transfers na Esplanada 1º de Maio, na Rua Rosa Mota, na Rua do Tecnopolo e na Travessa dos Pescadores e ainda sinalética de direção indicando a localização dos três grandes parques de estacionamento: Cidade Desportiva, Tecnopolo e Aquapolis (margem sul).
Em função das alterações ao trânsito preconizadas o percurso do “aBUSa” será adaptado.

Museu MDF – Museu do Ano

O Museu Metalúrgica Duarte Ferreira foi hoje anunciado no dia 25 de maio como o Melhor Museu do Ano 2018 pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM), que atribui anualmente um conjunto de prémios aos melhores projetos no setor.

 

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, entregou o prémio à Presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque, durante a cerimónia de entrega dos prémios que decorreu no Auditório do Museu Nacional dos Coches, em Lisboa. "A Câmara Municipal de Abrantes tem um mérito enorme e revela a força do poder local, que vai onde não vai o poder central" – enalteceu o Chefe de Estado.
Ao Museu Metalúrgica Duarte Ferreira também foi atribuída uma MENÇÃO HONROSA na categoria Investigação, através do livro “Metalúrgica Duarte Ferreira 1879-1997. Uma história em constante metamorfose.”, com edição da CMA e da autoria da jornalista Patrícia Fonseca.
Inaugurado na Vila do Tramagal  a 1 de Maio de 2017,  registando mais de três milhares de visitantes de todo o país,  o Museu Metalúrgica Duarte Ferreira evoca uma história com mais de um século, desde o ano de 1879, data em que Eduardo Duarte Ferreira ergueu a primeira forja e 1997 a data da extinção da Metalúrgica Duarte Ferreira. É um equipamento cultural que resulta do querer da população local e da parceria entre a Câmara Municipal de Abrantes, a Junta de Freguesia de Tramagal e o Grupo Diorama (detentor do edifício do antigo Escritório Principal da fábrica onde está implantado o museu e também de grande parte do seu espólio).
A presidente da Câmara da Câmara de Abrantes dedicou o prémio aos Tramagalenses, “como reconhecimento pelo seu trabalho e resiliência” e partilhou o prémio com todos os cidadãos do Concelho de Abrantes. Para Maria do Céu Albuquerque, o reconhecimento da Associação Portuguesa de Museologia “confere-nos uma maior responsabilidade dentro do panorama museológico português”.

 

Veja aqui o vídeo de apresentação do Museu Metalúrgica Duarte Ferreira

 

 


 

 

 

5º Aniversário da AHBV

No dia em que assinalou o seu 5º Aniversário, 19 de maio, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários (AHBV) de Abrantes agraciou a presidente da Câmara Municipal pelo permanente apoio da CMA à atividade dos bombeiros.

O apoio da CMA à Associação resulta do compromisso assumido por protocolo, em 2013, na sequencia da passagem da gestão do corpo de bombeiros municipais a esta associação criada, no seio da sociedade civil, especificamente para o efeito. Uma decisão política, posteriormente ratificada pela Autoridade Nacional de Proteção Civil e pela Liga de Bombeiros, que na altura não gerou consensos, mas que, volvidos 5 anos, foi felicitada pelos representantes das entidades que usaram da palavra nesta cerimónia, pela capacidade de resposta e pelo mérito que a mesma trouxe aos bombeiros e às populações que servem.

Maria do Céu Albuquerque dedicou o agraciamento aos soldados da paz, tendo referido que “a solução encontrada se concretizou na melhoria do socorro, da segurança contra riscos de incêndio, de acidentes e de participação em atividades de proteção civil no Concelho de Abrantes e num melhor serviço prestado aos cidadãos”, com mais e melhor resposta, mais recursos humanos e mais equipamentos. A autarca afirmou que a CMA “reconhece e sempre reconheceu” os 157 anos de história dos Bombeiros de Abrantes, sublinhando, “história esta que tem vindo a ser escrita com o nobre trabalho dos homens e mulheres que deram o melhor das suas vidas ao serviço da corporação, na primeira linha do apoio ao socorro da população”.

 
 Nesta cerimónia, a Liga de Bombeiros Portugueses condecorou os bombeiros municipais José Luís e António Rosa com o crachá de ouro. O reconhecimento da Liga pelos mais de 30 anos de trabalho e dedicação ao serviço dos bombeiros.

A AHBV condecorou os vários bombeiros da corporação com as medalhas de assiduidade de grau cobre, prata ouro e dedicação pelos 5, 10, 15, 20 e 25 anos ao serviço das populações do concelho de Abrantes e homenageou os elementos da comissão instaladora da Associação.

Foi apresentada a Equipa de Intervenção Permanente, constituída por cinco bombeiros e que iniciará funções no dia 1 de junho, aumentando a capacidade operacional dos bombeiros. A Câmara de Abrantes suporta financeiramente a operacionalização desta equipa.

Foram apresentadas duas novas viaturas: o novo Veículo de Apoio Logístico (VAL 05), oferecido pela Câmara Municipal de Abrantes. Esta viatura tem capacidade de transporte de 36 mil litros de água, um monitor e duas bombas para abastecimento de outros veículos. É um veículo autotanque de apoio ao combate a incêndios, principalmente os florestais. Também poderá também fazer o transporte de água às populações, em caso de necessidade; o novo Veículo Florestal de Combate a Incêndios que foi adquirido pela Associação e financiado pelo Portugal 2020, ao abrigo do POSEUR.


Neste sítio são utilizados cookies de forma a melhorar o desenpenho e a experiência do utilizador. Ao navegar no nosso sítio estará a concordar com a sua utilização. Para saber mais sobre cookies, consulte a nossa politica de privacidade.