Projeto Noite Saudável

A Câmara de Abrantes é uma das 23 do centro do país que aderiu a este projeto, cofinanciado pelo Programa Centro 2020, que pretende investir, ao nível dos contextos recreativos noturnos, na prevenção da violência interpessoal, dos consumos e da sinistralidade rodoviária, bem como na promoção da segurança e resiliência comunitária.
A sessão local de apresentação do projeto a representantes de vários sectores locais realizou-se no dia 19 de setembro, no edifício Pirâmide e contou com as presenças da vereadora Celeste Simão e da equipa do projeto: João Redondo, Psiquiatra e coordenador do projeto; Diana Breda, advogada e administradora hospitalar e Fernando Mendes, Psicólogo Clínico. O encontro teve como objetivo a divulgação do projeto e dos seus objetivos, permitindo também a troca de ideias sobre a forma como será implementado.
No geral, o objetivo do projeto passa por implementar estratégias para diminuir os fatores de risco na diversão noturna que não se fiquem pela prevenção, trabalhando na promoção de mudanças positivas nos comportamentos e nos espaços de diversão noturna, criando condições para a criação de uma rede de cidades com políticas noturnas saudáveis.
O público-alvo desta iniciativa é transversal. Vai desde as famílias, passando pela comunidade escolar e pelos profissionais potenciais interfaces nas respostas aos problemas, ou seja, agentes da autoridade ou profissionais de saúde.

 
 As câmaras municipais vão desempenhar um papel de parceria para a implementação local deste projeto, nomeadamente no que concerne aos contactos a estabelecer com os vários atores locais (de diferentes sectores) e no apoio necessário para que o seu desenvolvimento. No caso de Abrantes, esse desígnio está, à partida, facilitado pela existência consolidada do trabalho em rede, que a autarquia considera fundamental para a sustentabilidade do projeto, que envolverá a colaboração de profissionais dos vários sectores locais entre os quais serviços e organizações da área da saúde, escolas/ensino superior, forças de segurança, instituições com intervenção em jovens, proprietários e outros trabalhadores de espaços recreativos noturnos, associações académicos, desportivos/recreativas, Rede Especializada de Intervenção na Violência Doméstica, associação de pais e famílias, entre outros.
Este projeto insere-se também nas orientações de natureza estratégica e programática do Plano de Desenvolvimento Social de Abrantes, nomeadamente no que se refere aos domínios de intervenção delineados: “Proteção de Crianças e Jovens”, “Toxicodependência e outros Comportamentos Aditivos” e “Segurança e Apoio em Situações de Violência”, tendo em conta que as medidas a desenvolver pelo projeto sensibilizam, capacitam e reforçam as competências pessoais, familiares e sociais para a parentalidade (sensibilizando jovens, educadores e redes sociais próximas), promove ações de prevenção de comportamentos aditivos e dependências, boas práticas no âmbito da segurança social e coletiva, o policiamento de proximidade e um apoio mais articulado e integrado em situações de violência.


Centro Municipal de Marcha e Corrida

O Município de Abrantes aderiu ao Plano Nacional de Marcha e Corrida, disponibilizando a todos os abrantinos o Centro Municipal de Marcha e Corrida, sediado no Estádio Municipal.
Inserido no Programa Nacional de Marcha e Corrida, iniciativa conjunta do Instituto Português de Desporto e Juventude e da Federação Portuguesa de Atletismo, este Centro é um importante instrumento de apoio destinado a pessoas que desejem iniciar a atividade física através da caminhada, intensificar a atividade física passando gradualmente da caminhada para a corrida ou que já correm habitualmente mas que desejam preparar-se para um objetivo concreto.
Incluiu quatro circuitos urbanos homologados e técnicos certificados que avaliarão os níveis de condição física dos cidadãos que desejam ser aconselhados para potenciar o seu treino. Os quatro percursos, com distâncias entre os 5 e 8,5 Kms localizam-se no Parque Urbano; S. Lourenço; Castelo de Abrantes e Alto da Chainça.

 
 Todas as segundas e quartas-feiras, das 18 às 19h é possível realizar caminhadas ou corridas em grupo, gratuitamente e de forma orientada. Independentemente do horário de prescrição, o praticante pode realizar a sua atividade física quando bem entender.
A par da inauguração, a Federação Portuguesa de Atletismo e a Câmara Municipal formalizaram no dia 15 de setembro um protocolo de colaboração para a operacionalização do Centro, incluindo a formação de quadros técnicos qualificados, através de cursos e ações de formação especificas associadas ao programa. Na ocasião, a presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque e o presidente da Federação, Jorge Vieira, sublinharam o facto da comunidade de Abrantes ser, já por si, um bom exemplo da prática da atividade física, fazendo notar a importância de alargar a promoção e incentivo à prática regular de atividade física da população. Seguiu-se a realização de uma Caminhada por um dos circuitos homologados, numa parceria com o Grupo Desportivo Transplantados de Portugal.


Attachments:
Download this file (centro_marcha.jpg)centro_marcha.jpg[ ]428 kB

Visita às obras

Para prestar contas e dar a conhecer no terreno algumas das intervenções que estão a decorrer no concelho de Abrantes, a CMA realizou no dia 14 de setembro a já habitual visita guiada com a comunicação social local e regional. Obras em curso que representam investimento na ordem dos 12 milhões de euros, sendo algumas financiadas por fundos comunitários do Portugal 2020. Intervenções de regeneração urbana, para recuperar património, garantindo novos equipamentos às populações e para dar vida nova a espaços urbanos. Educação, saúde, mobilidade, ambiente, cultura e fruição. Mas, também obras assumidas exclusivamente pelo orçamento municipal, disseminadas pelas diferentes freguesias. A presidente da Câmara e os vereadores João Gomes e Manuel Valamatos, mas também técnicos das várias áreas da CMA, prestaram informações e responderam ás questões colocadas pelos Jornalistas presentes. As obras observadas nas freguesias do concelho foram acompanhadas pelos diferentes presidentes de Junta. Fora do alinhamento desta visita a algumas obras em curso, a CMA tem em marcha um pacote de perto de 1 ME para investir em pavimentações de estradas municipais em diversas localidades: Bicas – Vale de Açor; Bioucas – Souto; Maxial - Fontes e Tramagal – Bicas.
Em anexo, dossiê com informação por intervenção e vídeo-reportagens do Médio Tejo.net e Rádio Hertz


https://www.youtube.com/watch?v=NvQogxb9DfA&feature=youtu.be&a

https://radiohertz.pt/abrantes-camara-mostra-investimento-de-doze-milhoes-de-investimento-no-concelho-c-video/


Neste sítio são utilizados cookies de forma a melhorar o desenpenho e a experiência do utilizador. Ao navegar no nosso sítio estará a concordar com a sua utilização. Para saber mais sobre cookies, consulte a nossa politica de privacidade.